Santo Antônio foi referência para “Shopper Safari”



Todos os participantes do “LiderAção” – mais de 40 pessoas – visitaram a Hidráulica Santo Antônio, loja instalada em Marília e associada ao Grupo ConstruSete (C7), onde chegaram com a missão de praticar os conceitos de Gerenciamento por Categorias (GC), aprendidos até aqui no programa que vem sendo desenvolvido, desde agosto, pela Connect Shopper, com colaboradores e associados do C7.

A orientação das especialistas Fátima Merlin e Maristela Lourenço, da Connect Shopper, era para que cada um simulasse a compra de porcelanato polido, observando vários aspectos, aliás 27 itens estavam na lista de tarefa dos “shoppers” – receptividade do ambiente, layout da loja, distribuição dos setores, sinalização dos ambientes, expositores, facilidade para encontrar os produtos etc.

Ao final da visita, ainda na loja, todos conversaram sobre suas impressões. Foi uma verdadeira aula prática dos principais pontos e o resumo é que a Santo Antônio deu um show de GC. A loja estava impecável, muito bem organizada, identificada, moderna, aconchegante e a receptividade foi sensacional. Todos elogiaram!

De volta ao hotel Sun Valley, onde todos estavam hospedados desde o dia anterior, quando teve início o evento, foi a vez da Connect Shopper “amarrar” as pontas e dar andamento ao encontro, de forma muito participativa.

O resultado do “LiderAção”, pelos comentários das equipes das lojas, foi mais do que atingido. Mesmo assim, uma pesquisa está sendo feita entre os participantes e servirá de base para os próximos eventos. Aguarde que será divulgada.


Como a Connect Shopper está avaliando o grupo?

Os resultados obtidos até agora com os envolvidos no programa são muito positivos, na visão das especialistas Fátima Merlin e Maristela Lourenço. “Num primeiro momento, existia uma preocupação no engajamento de todos, por serem empresas distintas, heterogêneas. O grande segredo seria extrair o melhor de cada um dentro de suas habilidades e isso está sendo possível, porque todos estão motivados e comprometidos. O compartilhamento está sendo algo relevante para a condução desse trabalho”, observa Fátima.

A opinião é consenso. Maristela Lourenço (Mari), que conduz semanalmente o trabalho com o grupo, confirma que todos evoluíram bastante e muito rápido. “Eles estão muito abertos para aprender, em todos os detalhes, desde a questão das análises até a aplicabilidade do conteúdo passado. Isso tem nos surpreendido, porque eles estão absorvendo, aprimorando e aplicando o que aprendem nos nossos encontros”.

A grande tarefa da Connect Shopper nesse projeto com o ConstruSete é fazer com que, depois do trabalho com as quatro categorias – metais, esquadrias, louças, pisos & revestimentos – que todos saiam com o olhar do cliente, o tempo todo!

“Isso é o mais importante. É um processo que precisa ser inserido no dia-a-dia, na rotina e, inclusive, na vida de cada um”, insiste Fátima Merlin.

E a equipe do C7 merece muito ser lembrada. O pessoal trabalhou bastante para que tudo corresse do jeito que precisava – Marcos Biondi, Anderson Bueno, Chayana Ramalho, Valéria Theodoro, Lucas de Oliveira, além da Agência Empenho.




171 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo