Lojistas discutem novas restrições do Plano São Paulo


Duas reuniões de emergência foram realizadas pelo ConstruSete – uma na quinta-feira (11/03) e outra na sexta-feira (12/03), após a divulgação das novas restrições para controle da contaminação pelo novo coronavírus. Todos estavam ansiosos para trocar informações e melhorar o entendimento sobre o decreto referente à fase emergencial, que estabelece medidas mais duras de restrição de algumas atividades entre os dias 15 e 30 de março.

Conforme as novas restrições, as lojas de material de construção estão proibidas de ter atendimento presencial, mas ficam liberadas para os serviços de retirada por clientes com veículo (drive-thru) e entrega na casa do comprador (delivery).

Dentro desse novo cenário, os lojistas aproveitaram a sexta-feira para reforçar as orientações para as equipes sobre as atividades nos próximos 15 dias - o que e como fazer para atender os clientes com mais efetividade usando as ferramentas digitais.

Algumas cidades – Lins e Promissão – estarão cumprindo neste sábado (13), domingo (14) e segunda-feira (15/03) o decreto municipal de lockdown (sem qualquer tipo de atendimento). A partir de terça-feira (16), se não houver uma prorrogação do decreto municipal, as lojas Madeireira Linense e Promad, instaladas nestas cidades, passarão também a atender fazendo entregas (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru).

Ações digitais serão intensificadas

Já a partir do início da semana, toda a comunicação nas redes sociais das lojas será redirecionada para este novo modelo de atendimento, orientando os clientes das lojas.

110 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo