Indústria não acredita em retração de preços


No ano passado, as indústrias cerâmicas viveram um cenário completamente fora do padrão com a falta de matéria-prima e a alta nos preços desses insumos para suprir a produção.

A questão ainda não foi equalizada e sequer tem previsão de ser, porém, algumas fábricas do ramo já estão reduzindo o prazo de atendimento da carteira de pedidos. É o caso da Cerâmica Villagres, que está trabalhando com um prazo estimado de 90 dias para entrega e, dependendo da referência, até mais. “Ainda é uma carteira longa e essa não é a nossa realidade, mas estamos empenhados e a ideia é que 2021 seja um ano produtivo”, comenta o gerente Comercial e de Marketing da indústria, Renato Salvatti.

Sobre os preços, Salvatti não acredita em retração, justamente por conta do custo dos insumos. “Se houver uma acomodação dos preços, será somente no segundo semestre, porque dependemos da redução dos custos também nos insumos”, aponta.

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo