top of page

Concluído programa de Gerenciamento por Categoria

A partir de agora, as lojas seguem com os conceitos já impregnados na sua cultura, dando continuidade aos processos iniciados com a mentoria da Connect Shopper

 


Um dos programas mais arrojados desenvolvidos até agora pelo Grupo ConstruSete (C7) – Gerenciamento por Categoria (GC) - foi concluído na última terça-feira (25/06), em Assis, com a presença das especialistas no assunto, Fátima Merlin e Maristela Lourenço, da Connect Shopper. Elas são as responsáveis pela criação e implantação da cultura do GC nas lojas associadas ao ConstruSete, um programa que teve início em agosto de 2021, ainda na pandemia da Covid 19.


“Foi um período muito rico para todos os envolvidos. É muito gratificante olhar as lojas participantes e ver que as ações de marketing hoje são pensadas em cima do GC. Todos estão de parabéns e tenho certeza que estão retornando profissionais muito melhores para suas lojas”, disse o gestor do ConstruSete, Marcos Biondi.


A equipe recebeu muitos elogios da CEO da Connect Shopper, Fátima Merlin. “Todos muito comprometidos e que saem desta experiência certos de que o Gerenciamento por Categoria é essencial. Nós aprendemos muito também, foi uma troca incrível!”


Maristela Lourenço endossou as palavras da Fátima, acrescentando que foi um programa “super desafiador. É sensacional ver hoje o pessoal tão maduro no tema e falando do GC com tanta propriedade”.

“Esse é um dos melhores programas que o ConstruSete já nos proporcionou e que trouxe mais resultados para as lojas”, comentou o associado Avoir Silveira Júnior – Cafu, da Madeireira Linense (Lins/SP), presente no encerramento.


De fato, o programa foi bastante elogiado e valorizado pelos participantes. Para Ana Carolina Dantas Amaral, da área de Compras/Marketing da Linense, o aprendizado foi extraordinário! “O GC muda as pessoas, proporciona um olhar 360 graus e faz refletir. Foi maravilhoso e de grande crescimento profissional”, disse Carol.


Mais comentários

“Está sendo replicado até hoje, desde a primeira etapa do GC, a questão de cadastro, visualização das categorias, produtos que devemos manter, enfim, é um processo contínuo de fato. Foi de grande valia para nós, inclusive a aproximação com os fornecedores. Esse trabalho foi fundamental para vislumbrarmos esse mundo de organização dentro de loja. Estamos maduros para continuarmos”.

Diogo Henrique de Oliveira – Construfic (Avaré)

 

“O GC foi um despertar e mudou a nossa gestão. Antes, desconhecíamos tudo o que ele poderia trazer de bom para dentro da empresa. Começamos pela mudança de paradigmas e o GC foi crescendo muito, principalmente com a melhoria do cadastro e análise de dados para escolhermos o melhor mix, entendermos melhor nosso estoque e a representatividade da JLF dentro do mercado. Começamos a olhar o cliente de uma forma diferente – o Shopper como o centro das atenções! Muitas vezes a gente não consegue enxergar com métodos antigos. O GC nos mostrou isso e é uma evolução que não tem fim. As pessoas que nos passaram esses conceitos são muito capacitadas. É um programa de grande valia e daqui para frente, não tem como continuar sem o GC”.

João Lozano Netto - Grupo JLF (Duartina)

 

“Melhoramos a loja, o mix, a conexão com as pessoas (clientes/fornecedores) e agora vamos dar continuidade ao GC. Além do que já fazemos no ponto de venda, na exposição e na prática, vamos dar mais constância na análise de dados. Também foi importante a parceria que criamos com os fornecedores das categorias trabalhadas”.

Daiane Oliveira Silva - Casa do Construtor (Bastos)

 

“Foi muito importante para dar sequência em toda estratégia que temos de loja. Para continuar, vamos criar um processo de nos reunirmos com a frequência necessária, para darmos continuidade em cada segmento – criar um Comitê de GC dentro da própria loja, para adequarmos todos os setores e seguirmos no direcionamento que a Fátima (Merlin) e a Mari (Maristela Lourenço) nos passaram durante esse período de desenvolvimento do programa. Temos muito caminho a percorrer, porém, agora já sabemos o que é o GC e sua importância na melhoria dos processos e dos resultados”. 

Lucas Fuzaro Oliveira – Pontal (Pirapozinho)

 

“Estamos na fase de adequação dos cadastrados, estruturando a exposição dos produtos e as equipes já estão mais engajadas em promover o GC dentro da loja, colocando os produtos nos lugares adequados, especificando para os clientes da melhor forma possível e melhorando o mix. O GC já está enraizado na loja”.

Luciana Basso - Hidráulica Santo Antônio (Marília)

 

“Valeu muito a pena. Mudamos o conceito de compra, organização, PDV e venda. Hoje não tomamos nenhuma decisão antes de consultar tudo baseado no GC. Já faz parte da rotina. Vamos continuar todo o trabalho, revisar o que já fizemos e iniciar o que ainda precisa ser feito.

Bruno Dias – Ourimadeiras (Ourinhos)



190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page