Categoria de pisos e revestimentos apresenta maior ruptura

É o que revela a última pesquisa realizada com os lojistas de material de construção, associados ao Grupo ConstruSete, no dia 2 de agosto/2021. O segundo lugar ficou para o setor de hidráulica. O fluxo de vendas também é maior na categoria de pisos e revestimentos, seguida por argamassas, rejuntes e impermeabilizantes.

Segundo os empresários do ramo da construção, que têm lojas no interior do estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul, 47,4% dos orçamentos são solicitados presencialmente e 26,3% pelo WhatsApp. Quanto às compras, a alta de preços está assustando os lojistas e 84,2% disseram que só estão fazendo reposição do estoque e aproveitando algumas oportunidades e promoções apresentadas pelas indústrias.

Isso nos remete à fala do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, sobre o crescimento do setor abaixo de sua capacidade. “A construção é como uma Ferrari com freio de mão puxado. Poderia ser um ano histórico em termos de crescimento e contratação de trabalhadores. Mas alguns fatores, como o aumento dos insumos, criaram temor nos empresários e acabou que não estamos com a atividade que poderíamos estar”.

Confira o resultado da pesquisa!

(Arquivo em PDF)





























112 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo