top of page

1º dia do Circuito de Negócios

Evento garante boas oportunidades para lojas e indústrias parceiras do Grupo ConstruSete (C7)


“Realizar o Circuito de Negócios nesse momento está sendo fundamental para os lojistas associados, que estavam com muitas dúvidas sobre o sentimento dos fornecedores em relação ao mercado e vice-versa – os fornecedores também estavam com as mesmas dúvidas”, afirma o gestor do C7, Marcos Biondi.

Ao final do primeiro dia do evento, que termina amanhã (quarta-feira – 10/maio), todos já estavam com informações reais, proporcionando boas tratativas e melhores perspectivas para os dois lados (se é que existe um lado, quando o trabalho é de parceria).

“O Circuito não é o lugar onde o lojista compra e o fornecedor vende, mas é onde ambos organizam os negócios e ‘também’ compram e vendem”, destaca Biondi.

Na verdade, eles debatem sobre questões do dia-a-dia e melhoram significativamente as relações comerciais. É o local que reúne diretores, gerentes, supervisores e até proprietários das indústrias, uma oportunidade e tanto. Aliás, muitos percebem e comentam sobre a facilidade que é poder conversar com todas as lojas do C7 em apenas dois dias. Afinal, quantos quilômetros cada um teria que rodar e quantos dias gastariam para visitar todas as lojas, que estão a um raio de 500 km de distância, entre uma ponta e outra.

Em resumo, nesse primeiro dia de evento, muitas indústrias descobriram que dá para fazer negócios diferentes e reverter situações com o C7. Quando conhecem a dinâmica do Circuito, mudam o entendimento e se convencem da importância de participar. E essa visão também serve para o lojista.


Diversificação

Uma estratégia de muitos anos do ConstruSete é a diversificação dos segmentos presentes no evento – “uma visão horizontalizada é fundamental, especialmente considerando os diferentes clientes que frequentam as lojas, e com necessidades variadas”.


Palavra do Presidente

Na abertura, o presidente do Grupo, Márcio Mainente Martins (Desfran – Presidente Venceslau/SP) cumprimentou todos os amigos presentes e lembrou que a realização do Circuito, já em sua 12ª edição, “há dois anos passou a acontecer em duas etapas, uma ideia que deu certo, porque desafoga a programação e proporciona mais tempo para tratarmos de todas as questões que envolvem os negócios entre as indústrias e as lojas. E mais do que isso, demonstra a grande importância que todos os segmentos têm para nossas lojas.

A casa está cheia e isso me deixa animado! Quanto mais parceiros presentes, maiores as possibilidades de fazermos ajustes, de traçarmos estratégias comerciais e de obtermos excelentes resultados para os três atores envolvidos nos objetivos do Circuito de Negócios: o lojista, o fornecedor parceiro e, sem dúvida, nossos clientes”, disse Márcio.



392 visualizações0 comentário

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page